Um postal de Natal para cada habitante de Regoufe

O projeto de Oficina de Aprendizagem das turmas B, E e F, do 7º ano tem como principais objetivos conhecer e promover a região dos alunos, valorizando a comunidade; agir com vista ao cuidado e à preservação da Natureza e do património material e imaterial e promover, com a nossa região, a pertença a uma comunidade global e planetária. Assim, decidiu-se pelo envolvimento dos alunos nas terras de Arouca, especificamente, nas aldeias tradicionais.

A seleção de Regoufe foi feita pelos alunos que, desde o primeiro instante, se mostraram interessados em conhecer esta localidade escondida pelos montes, mas que conta “estórias” de encantar. São as pedras calcorreadas, os rostos envelhecidos pelo tempo e o murmurar das águas que nos transportam para tempos idos, falam das lides passadas e projetam aos nossos olhos o fervilhar que esse local já teve. O seu passado, não tão distante, também fez parte de um cenário das grandes guerras mundiais e foi o poisadoiro de gentes que procuravam fortuna nas entranhas da serra.

Em Regoufe, a geologia, a geografia, a história mundial, a etnografia e a multiculturalidade confluem, podendo num só local aprender os conteúdos que, na escola, estão dispersos pelos vários livros das diferentes disciplinas.

Foi nesta enciclopédia natural que os alunos respiraram o ar fresco do monte, ouviram o silêncio entre a voz do rio e viram o quanto a terra é fecunda, agraciando o Homem com o seu fruto. Por entre carreiros e vielas, cruzaram-se “novos” e “velhos” e, na troca de olhares e de parcas palavras, estabeleceu-se uma relação que perdurará no tempo.

Sendo o Natal a época das ligações afetivas, decidiram os alunos enviar um postal de Natal a cada habitante de Regoufe como forma de reconhecimento.

É nas palavras da aluna Marisa Azevedo, do 7ºB, que podemos avaliar o quão positiva tem sido esta caminhada: “Vem aí o Natal e não me posso esquecer dos amigos novos que fui a Regoufe conhecer.”.

Fotos

0
0
0
s2sdefault