“Energy resources for Sustainability” – Projeto Erasmus+ do AEA

No âmbito do programa Erasmus + - Ensino Escolar – Projeto “Energy resources for Sustainability” - deslocaram-se, entre os dias 20 e 22 de novembro, a Patras, na Grécia, as docentes Amélia Rodrigues (Coordenadora do projeto no AEA) e Manuela Belém para formação e planificação das atividades a desenvolver. Este projeto, com a duração de dois anos letivos, (2019/20 e 2020/21), envolve 4 parceiros: Agrupamento de Escolas de Arouca, Portugal; Instituto de Enseñanza Secundaria de Campos de Amaya, em Villadiego, Espanha; Experimental High School of Mytilene of the University of the Aegean (Escola Coordenadora) e Arsakeio Lyceum of Patra, Grécia.

Ao longo do projeto, pretende-se desenvolver atividades de formação, ensino e aprendizagem com o objetivo de abrir as portas dos estabelecimentos de ensino envolvidos, promover a cidadania europeia, alargar os horizontes dos nossos alunos, melhorar os seus conhecimentos sobre as energias renováveis e sensibilizá-los para a importância da preservação do ambiente e redução da pegada ecológica. O despertar da consciência ambiental e o exercício de cidadania ativa em prol da defesa do planeta é o desafio que mobiliza estes quatro parceiros que vão partilhar saberes e boas práticas ao longo de dois anos letivos. Inerente a todas as atividades está o desenvolvimento das competências comunicativas em língua estrangeira, sendo o Inglês a língua oficial de comunicação do projeto.

Nesta primeira mobilidade de formação, em Patras, as duas docentes visitaram um centro de ciência integrado no Arsakeio Lyceum, escola de acolhimento. Participaram em palestras sobre energias renováveis (atividades de LEARNING/TRAINING), dinamizadas pelos Prof. Michalis Kornaros e Petros Koutsoukos, no departamento de engenharia química da Universidade de Patras. Assistiram ainda a uma videoconferência com a Universidade Aegean. No final das conferências, tiveram a oportunidade de fazer uma visita guiada aos laboratórios de química onde alunos e investigadores trabalhavam em projetos inovadores. As atividades de formação ainda contemplaram uma visita ao parque eólico da Voltera’s Company, em Kalavrouza, Nafpaktos e a um centro de biomassa, em Patras.

Entre 8 e 14 de março de 2020, está prevista a receção dos parceiros no AEA (2 professores e 5 alunos por país). Este projeto prevê a deslocação de professores e alunos do ensino secundário do AEA aos países participantes (5 alunos por mobilidade), para apresentação das tarefas desenvolvidas e partilha de boas práticas. A deslocação a Villadiego (Burgos – Espanha) decorrerá em final de abril de 2020, a Patras (Grécia) em novembro de 2020 e Mytilene (Lesbos - Grécia) em março de 2021.

Fotos

0
0
0
s2sdefault