A Feira das Colheitas 2019 à lupa

A Feira das Colheitas fez 75 anos e os alunos do 12.ºHH1 quiseram sentir-lhe o pulso e certificar-se da sua vitalidade.
No âmbito da Oficina de Aprendizagem, onde estão a desenvolver um projeto na área da sustentabilidade ambiental relacionado com a atividade da restauração, os alunos do Curso Profissional de Restauração (12ºH/H1) quiseram perceber se o evento, que já fez 75 anos, é ou não um evento “sustentável”.

Para isso, a turma elaborou uma longa e diversificada check list (lista de verificação), que utilizou na visita à Feira, para recolher informação sobre a organização do evento, na perspetiva da sustentabilidade ambiental. A visita permitiu percorrer grande parte do recinto, sobretudo a área de restauração, onde os alunos puderam questionar os proprietários dos estabelecimentos sobre reciclagem, compostagem, valorização dos produtos locais e utilização de materiais reutilizáveis. Também procuraram saber que outras medidas sustentáveis foram adotadas ao nível da gestão da água, da energia, do marketing, da decoração e dos transportes, durante o evento.

Na posse das informações recolhidas no local, os alunos organizaram, posteriormente, um encontro com o Engenheiro do Urbanismo da CMA, Norberto Castro, um dos responsáveis pela organização do evento, e trocaram com ele ideias acerca do evento, colocando dúvidas e dando sugestões de melhoria. Os alunos gostaram de saber alguns pormenores sobre a organização desta festa icónica para o concelho de Arouca e sobretudo sobre as boas práticas ecológicas que o evento já adotou. Entre outros factos, foi realçada a drástica redução do uso do plástico, graças a algumas medidas implementadas, como foi o caso do eco-copo. Durante o evento, foram recolhidas e enviadas para reciclagem cerca de sete toneladas diárias de resíduos, o que permitiu ao município arrecadar o selo de EcoEvento, atribuído pela ERSUC, para reconhecer e premiar o excelente desempenho ambiental da autarquia na recolha e tratamento dos resíduos gerados pela atividade.

É caso para dizer que a Feira das Colheitas se afirma, de desafio em desafio, desde o ano da sua criação, em 1944, em plena Guerra Mundial, como um evento vivo e preocupado com o futuro. Nasceu para combater a fome e a escassez de cereais e outros bens alimentares no concelho. Nessa altura, foi uma ousadia do então Grémio da Lavoura, com o lançamento de quatro concursos na área da agricultura; Melhor Seara, Melhor Fruta, Melhor Adega e Melhor Linho. Os objetivos foram atingidos e o concelho de Arouca rapidamente passou a ser um celeiro na região e exportava a sua produção para as regiões vizinhas. Em pleno século XXI, a par das tradições, a Feira das Colheitas 2019 abraça novos desafios e já é considerada um EcoEvento.

Parabéns, Feira das Colheitas!

Fotos

0
0
0
s2sdefault