Alunos arouquenses competem em concurso nacional de associativismo

No dia 1 de Abril, no auditório da Escola Secundária de Arouca, cerca de 300 alunos assistiram às apresentações e votaram nas ideias e propostas dos alunos arouquenses que estão a participar no concurso “Vamos Criar uma Associação Juvenil”, inserido na Campanha Nacional “Associativismo Juvenil: Escola de Cidadania e Voluntariado”, promovida pela FNAJ - Federação Nacional das Associações Juvenis.

Em novembro de 2018, foi lançado o repto aos alunos do ensino secundário da Escola Secundária de Arouca, num evento que contou com a presença do Ministro da Educação, Tiago Brandão Rodrigues.

Ao longo de um mês estes alunos foram acompanhados por uma facilitadora que, através de sessões dinâmicas e interativas, estimulou a criatividade e o empreendedorismo social dos jovens. Com base nas ideias dos alunos, e ao longo deste tempo, construíram-se projetos de intervenção social inovadores que darão origem à criação de associações juvenis, verdadeiros laboratórios de ideias e espaços de cidadania, participação e voluntariado.

Foram apresentados a concurso três projetos de associações juvenis: "AVUS - Associação de Voluntariado pela União da Sociedade", um projeto de inclusão social e promoção do voluntariado; "Parafusos a mais", um projeto baseado na economia circular e na sustentabilidade social, económica e ambiental; e "Mundo Verde", com um projeto de cariz ambiental que visa a consciencialização para os problemas ambientais e as alterações climáticas, alertando a população para as consequências dos seus comportamentos e incentivando a sustentabilidade ambiental através de ações de sensibilização em escolas, de workshops que reduzam o consumismo humano e ações de reflorestação e limpeza da floresta.
Este último foi o projeto vencedor a nível de escola, passou à 2ª fase do concurso, onde concorreu com outros projetos da região de Aveiro, tendo também vencido a fase a nível distrital. Irá agora participar na 3ª e última fase do concurso - que contará com os melhores projetos por região/distrito e de onde sairá o melhor projeto a nível nacional. 
A escola continua a apoiar os seus alunos, convicta de que são estes “pequenos” passos que podem e devem capacitar os nosso jovens de um espírito de cidadania e participação ativa na sociedade.

Este é um projeto financiado pela Fundação Calouste Gulbenkian, com o apoio do Ministério da Educação, da Secretaria de Estado da Juventude e do Desporto, da Secretaria de Estado para a Cidadania e Igualdade, do Instituto Português do Desporto e da Juventude, da Movijovem, da Agência Nacional Erasmus+ Juventude em Ação.

0
0
0
s2sdefault