Saída de campo: Alvarenga

No dia 12 do mês de abril, no âmbito da disciplina de Área de Integração, o 11ºF (Curso Profissional Técnico Multimédia), realizou uma saída de campo a Alvarenga com o intuito de:

• Conhecer formas de empreendedorismo em espaços rurais;
• Reconhecer modalidades de revitalização das áreas rurais;
• Reconhecer espaços geográficos distintos que envolvem a ESA;
• Fomentar o exercício físico e hábitos de vida saudáveis.

Primeiramente a turma dirigiu-se à Quinta de São Lourenço, em Bustelo, e a visita foi guiada pela Sra. D. Joaquina Ribeiro, mãe dos donos da empresa de Fruticultura e Compotas – Produção e Transformação. O projeto nasceu em 2014 porque os proprietários ficaram desempregados e decidiram requalificar terrenos agrícolas, utilizando dinheiros europeus.
A quinta contém 4 hectares e produz mirtilos (Blue Crop cuja colheita é feita em junho e Mirtilo Tardio/Rabits Eye que é colhido em agosto), kiwis e framboesas (espécie Paris) que se desenvolvem em duas estufas. A fruta é colhida, vendida e transformada em licores, marmeladas e compotas (constituídas por 75% de fruta e 25% de açúcar amarelo). Como a produção de framboesas é enorme e há pouco mercado, não se colhe uma décima parte da produção total visto que se estraga facilmente comparativamente com o mirtilo que embora seja, também, um fruto/baga perecível aguenta mais tempo em boas condições. Na época do mirtilo são apanhados cerca de 100Kg/dia, maximizando, sempre que possível, apenas mão de obra familiar. Uma curiosidade interessante: as produções de mirtilo são protegidas por uma rede anti pássaro e, lateralmente, por uma rede mosqueira que torna possível a passagem das cobras que comem os ratos, que destroem as raízes das plantas, mantendo assim a biodiversidade de todo o sistema, fundamental para o êxito das culturas. A visita terminou com a prova das deliciosas compotas de frutos vermelhos, kiwi , framboesa, mirtilo e figo com noz.

Se seguida, os alunos foram à Pinguça - empresa local que produz e comercializa licores de água ardente bagaceira de quatro sabores: canela, maracujá, frutos vermelhos e cacau.
Este projeto surgiu quando Pedro Noronha Dias e Filipa Casaca, ambos arquitetos, se encontravam desempregados. A avó da Filipa fazia um licor de canela e, no dia de Natal, João e Filipa levaram duas garrafas (de litro) para beberem num café perto de casa deles, com os amigos. A bebida foi muito apreciada tendo sido comercializada na Festa da Castanha. Aqui o produto foi reconhecido e fez sucesso, tendo logo havido encomendas. No primeiro fim-de-semana, venderam 50 garrafas e na primeira semana 250.

Depois de muitas críticas positivas ao licor, Pedro registou a marca e as encomendas sucederam-se. Participaram num concurso, a nível nacional, e conquistaram o 1º prémio. O design da garrafa foi o que chamou mais a atenção e ajudou muito à promoção do produto. Depois de longos cinco meses de burocracias, legalizaram a marca em Maio de 2013. Começaram com uma pequena produção, em panelas de 40 litros, e atualmente usam recipientes de 6500 litros. Os produtos usados são todos locais, exceto a canela e o cacau. As vendas começaram por efetuar-se porta-a-porta e, atualmente, em 48 horas, é possível ter a Pinguça em qualquer parte da Europa. Este projeto foi apoiado pela Câmara Municipal de Arouca e pela ADRIMAG.
Para Pedro Noronha Dias, a chave do sucesso está na criatividade (esta frase chamou-nos à atenção: “As pessoas primeiro comem com os olhos e depois, ah, afinal isto também é bom!”), e no design da garrafa/características da embalagem e no facto de respeitarem todas as normas e processos burocráticos.

A visita terminou com a prova de mojitos de maracujá, sem álcool, tendo sido passada a mensagem que, na cave, podem ser realizadas festas de aniversário, almoços/jantares de convívio de amigos, entre outros eventos.

Fizeram-se horas de fazer uma caminhada e conhecer uma aldeia praticamente abandonada (Vilar de Servos) de onde se tem uma vista maravilhosa para um meandro, quase perfeito, do rio Paiva. Fica o registo fotográfico para se deliciarem!

Fotos

0
0
0
s2sdefault