Compromisso, Qualidade e Inclusão

Dra. Amélia Rodrigues
Dra. Amélia Rodrigues
Diretora do AEA

Garantir uma educação de qualidade e o desenvolvimento de competências pessoais e profissionais para responder ao novo paradigma educativo de preparar para o imprevisto, para o novo e para a complexidade é o desafio que norteia o Agrupamento de Escolas de Arouca. Nesse sentido, é, para nós, prioritário combater as desigualdades, garantir uma educação verdadeiramente inovadora, inclusiva e de qualidade para todos e criar nos alunos a vontade de conhecer e de aprender ao longo da vida. 

Acresce, ainda, a resposta a uma realidade humana e social diferente do ciclo até agora vivido, quer pelo impacto dos acontecimentos globais na economia (e /ou produtividade) e no tecido social, quer pelo impacto dos acontecimentos subjetivos na dimensão cognitiva e emocional da comunidade educativa. Isto é a imprevisibilidade da mudança com que a escola tem de lidar, mas é a única certeza que temos.

O caminho para a mudança faz-se pelo diálogo e pela colaboração, pela partilha e pela resiliência. Com todos, para todos!

Ver/Transferir: Discurso de tomada de posse


MISSÃO, VISÃO E VALORES

Missão

O AEA deve garantir uma educação de qualidade, proporcionando as melhores oportunidades educativas para todos. Deve assumir-se como uma instituição pública de base humanista e de referência pela excelência do processo de ensino e aprendizagem, contribuindo para o desenvolvimento sustentável do território, ajustando a sua oferta educativa às necessidades de formação dos alunos para o desenvolvimento do Perfil dos Alunos à Saída da Escolaridade Obrigatória e à recusa /combate de todas as formas de discriminação e de exclusão social.

Visão

O AEA deve afirmar-se como uma escola inclusiva, onde todos têm o direito a um ensino e aprendizagem de qualidade e ao reconhecimento nos termos daquilo que são a sua cultura, crenças, interesses, estilo de vida e autenticidade.

Valores inclusivos

A escola deve contribuir para o desenvolvimento de valores e de competências nos alunos que lhes permitam responder aos desafios complexos deste século e fazer face às imprevisibilidades resultantes do mundo global, da evolução do conhecimento, da tecnologia e das alterações ambientais. Neste sentido, o AEA deve cumprir o propósito enunciado no Perfil do Aluno à Saída da Escolaridade Obrigatória que advoga que todas as crianças e jovens devem ser encorajados, nas atividades escolares, a desenvolver e a pôr em prática os valores por que se deve pautar a cultura de escola, a seguir enunciados:

  • Responsabilidade e integridade – Respeitar-se a si mesmo e aos outros; saber agir eticamente, consciente da obrigação de responder pelas próprias ações; ponderar as ações próprias e alheias em função do bem comum.
  • Excelência e exigência – Aspirar ao trabalho bem feito, ao rigor e à superação; ser perseverante perante as dificuldades; ter consciência de si e dos outros; ter sensibilidade e ser solidário para com os outros.
  • Curiosidade, reflexão e inovação – Querer aprender mais; desenvolver o pensamento reflexivo, crítico e criativo; procurar novas soluções e aplicações.
  • Cidadania e participação – Demonstrar respeito pela diversidade humana e cultural e agir de acordo com os princípios dos direitos humanos; negociar a solução de conflitos em prol da solidariedade e da sustentabilidade ecológica; ser interventivo, tomando a iniciativa e sendo empreendedor.
  • Liberdade – Manifestar a autonomia pessoal centrada nos direitos humanos, na democracia, na cidadania, na equidade, no respeito mútuo, na livre escolha e no bem comum.

Valores organizacionais

A Escola que ambiciona prestar um serviço educativo de qualidade, equidade e inclusão, norteia-se por valores universais, integrados em princípios orientadores das políticas e práticas educativas, de acordo com os princípios valorativos de uma sociedade inclusiva e democrática, como o trabalho, o respeito, a dignidade, a transparência, a ética, a integridade, a cooperação, a solidariedade, a responsabilidade, a bondade , o respeito pela diferença, a cidadania, a autoestima, o sentimento de pertença, a resiliência e a liberdade. Queremos ser uma escola que aprende, onde a melhoria “é uma atitude e uma forma de estar”.

ORGÃOS

O Agrupamento de Escolas de Arouca possui orgãos de gestão e administração próprios: o Conselho Geral, a Direção, o Conselho Pedagógico, o Conselho Administrativo e os Departamentos.


SERVIÇOS ADMINISTRATIVOS

Os serviços administrativos do Agrupamento funcionam na Escola Secundária de Arouca, de segunda à sexta, das 8,30h às 16h, sem interrupção à hora do almoço.
Exceção: terça-feira encerra a partir das 13.30h.


AUTOAVALIAÇÃO

A Lei 30, de 20 de dezembro de 2002, regulamenta o sistema de avaliação da educação e do ensino não superior. Este normativo faz depender a avaliação das escolas de dois mecanismos avaliativos diferentes mas complementares: os processos de autoavaliação implementados nas próprias escolas e a avaliação externa.


EQAVET

O EQAVET foi concebido para melhorar a EFP no espaço europeu, colocando à disposição das autoridades e dos operadores ferramentas comuns para a gestão da qualidade.


ASSOCIAÇÕES DE PAIS / E.E.

Aos pais e encarregados de educação é reconhecido o direito de participação na vida da escola.
Nos onze estabelecimentos de ensino do AEA, estão formalmente constituídas diversas Associações de Pais e Encarregados de Educação.


GABINETE DE APOIO PROFISSIONAL

O Gabinete de Apoio Profissional (GAP) tem como finalidade melhorar a qualidade do serviço educativo, orientando e sugerindo percursos profissionais e facilitando o acesso ao mercado de trabalho através de parcerias com entidades públicas e privadas..


ESTABELECIMENTOS

O Agrupamento de Escolas de Arouca integra 10 estabelecimentos de ensino, desde o pré-escolar ao ensino secundário.


LOGÓTIPO E NORMAS

Para orientar a utilização prática da identidade visual do Agrupamento de Escolas de AROUCA, tanto ao nível interno quanto externo, o AEA disponibiliza um manual de normas a toda a comunidade escolar e ao público em geral. Este manual fornece um conjunto de regras e recomendações para uma implementação correta da identidade, garantindo uma imagem coesa e coerente. Para isso, é necessária a colaboração de todos no cumprimento do que nele é exposto.


CONTACTOS

Contactos dos Serviços Administrativos e dos responsáveis pelas escolas que constituem o agrupamento.